+Língua de Trapo, 21 anos de esbórnia (Сборнйя) Hoje Laerte Sarrumor e sua trupe de músicos-palhaços se apresentaram no Itaú Cultural. Depois de tanto tempo o Língua continua muito engraçado com suas paródias nem um pouco politicamente corretas. Do meu lado havia uma japonesa que mal falava ou entendia português mas rolava de rir com as palhaçadas do grupo. Desopilante. No fim Laerte fez uma dedicatória a Itamar Assumpção, que morreu ontem. O Língua de Trapo era do círculo do Lira Paulistana, e Itamar era um velho conhecido. Homenagem justíssima.