+Haicais absurdos (ou se Zé Limeira fosse japonês)
Sol daná' di forte
jegue, muriçoca e pau
Internet à lenha
Céu pretim de nuvem
vai que cai o temporal
na cabeça do Zé
Verão no sertão
como rapadura: é doce
mas n'é mole não
No ar o perfume
da fulô de mandacaru
-Vem pra cá, Maria!
=mais versos de um poeta principiante...