+A menina e o tsunami Li no sítio da Agência Estado que Tilly Smith, uma menina de dez anos ajudou a salvar sua família e mais 100 pessoas em Phuket, um dos lugares mais fortememente atingidos pelo tsunami que devastou a orla do Oceano Índico no dia 26. Ela estudou o assunto na aula de geografia de sua escola primária e avisou os pais que o recuo súbito da água do mar indicava um tsunami se aproximando. Os pais avisaram o pessoal do hotel que evacuou rapidamente a praia, oferecendo abrigo a todos que lá estavam. Minutos depois veio a onda, destruindo tudo. Foi das poucas praias em Phuket que não registrou mortos, desaparecidos ou feridos graves, só danos materiais. Fico pensando que se uma destas condições acontecesse:
  1. Os pais de Tilly não a levassem a sério, sabe, essas crianças tem uma imaginação fértil...
  2. A gerência do hotel não atendesse ao apelo do casal Smith, afinal, esses ingleses são mesmo uns paranóicos, acham que o mundo vai explodir a qualquer momento...
  3. As pessoas na praia não atendessem ao chamado do pessoal do hotel, "ih, mais um desses exercícios bestas de evacuação..."
essas pessoas não teriam se salvado. Então, caro leitor, se uma menina inglesa de dez anos te disser que uma onda gigante vem a caminho porque ela estudou isso na aula de geografia na elementary school, é melhor acreditar.