+Soneto do tempo pirado Inspirado no acontecimendo descrito no artigo anterior, elaborei mais esta obra de poeta principiante, para fundir a cuca de meu amigo Paulo Renatto.
Um dia depois do outro
será outro pr'outro dia.
Quem sabe, o tempo podia
ser um pouquinho mais louco
 
Calendário espacial,
relógio com dez ponteiros,
rodando o tempo inteiro
mas com um só numeral!
 
Vai um pra trás, outro avante,
ligeiro um, devagar outro
e um ponteiro que oscila
qual coração que fibrila
ou trote de chucro potro.
NÃO! Melhor deixar como antes.