+Paranafricanamente -O problema é que me acostumei comigo
E juro que é até divertido
-- Estrela Ruiz Leminski Releio, numa das minhas tantas noites insones, os versos de Estrela enquanto ouço Mohammed Al-Bakkar e sua música árabe-africana. A música dançante, alegre e ritmada tem nada a ver com a ironia da poeta que não nega sua ancestralidade. Aos poucos, porém, as células rítmicas se fundem a um poemínimo lido repetidamente como se fosse um mantra que canto mentalmente. Pode não funcionar para adormecer mas é bem melhor que contar carneiros imaginários.