+Será que precisa tanto? Hoje no Link do Estadão veio um anúncio de nada mais nada menos de oito páginas, isso mesmo, você ouviu direito, oito imensas e coloridas páginas, incluindo capa e contracapa, do Speedy, serviço de Internet ADSL da Telefônica. Sinceramente, não consigo levar a sério quem faz uma extravagância publicitária desse tamanho (e preço). Ainda mais o Speedy, de onde spammers enviam impunemente o seu lixo urbi et orbi, onde web-proxies transparentes e servidores de nomes estão freqüentemente desatualizados, o endereço de abuse simplesmente não funciona e o suporte estaria melhor nas mãos, ou melhor, bicos, de papagaios bem treinados. Telefônica, vamos investir um pouco mais na qualidade do serviço em vez de marketing, afinal já se disse que não é possível enganar muita gente por muito tempo!