+51 será mesmo uma boa idéia? - Tempo rei, ó, tempo rei, ó, tempo rei
Transformai as velhas formas do viver
-- Gilberto Gil, em outros tempos Hoje completo cinqüenta e um anos. É um bocado, por vezes parece uma eternidade, por vezes parece tão pouco. É uma idade estranha essa em que o que resta de juventude escorre pelo ralo junto com a espuma do sabão, mas ao mesmo tempo ainda não se é velho. Crise de identidade, talvez. Bem, o negócio é tocar o barco, mesmo porque, parar, ele não para! É, cinqüenta e um pode ser sim uma boa idéia.