+O mundo está cheio de idiotas -Look at all those idiots
Ooh, look at all those boobs.
An office full of morons
A factory full of fools
Is it any wonder that
I'm singing, singing the blu-u-ues!
-- Montgomery Burns in "the Simpsons sing the blues" E estão todos sentados nas outras mesas, como diria Millôr. São babacas que entram nos túneis com os faróis apagados, esperando que as lâmpadas pifem e causem um enorme desastre. E isso é só a ponta mais (ou menos?) visível da burrice do trânsito de nossas cidades. São os estudantes que tomaram a reitoria da USP - não que eu tenha qualquer simpatia por aquela perua a quem chamam de reitora - só para dizerem "olha, mamãe, sou mais de esquerda que ele". Pode ser que eles achem que como o poeta disse que amar é verbo intransitivo, reivindicar também o pode ser. Estão ansiosos esperando pelos cassetetes para terem seu momento de heróis. Ora, bando de pirralhinhos mimados, não estamos mais nos anos setenta, não há mais ditadura a derrubar, e, sim, o governo do estado pode criar uma secretaria de ensino superior, e também sim, as fundações são vitais para a universidade. Autonomia? ela é sempre relativa, já deveriam ter aprendido isso. Vão estudar, seus vagaus! São políticos como o execrável Agnaldo Timóteo defendendo o turismo sexual e a isenção de visto para visitantes de países como Estados Unidos, Canadá e Japão, mandando à merda o conceito de reciprocidade, já que eles nos exigem visto para entrar em seus territórios, com o argumento de incrementar o turismo. Pedir um visto não é limitante para um turista honesto, o único tipo de turismo que tira algum benefício de não exigir visto é exatamente o da putaria, especialmente a que envolve menores. São os católicos que acreditam no mambo-jambo do Vaticano e repetem como papagaios a favor da castidade, como se fosse possível negar a natureza humana, e contra os métodos contraceptivos e a antisséptica camisinha, em tempos de superpopulação e de pandemia de AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis. Estava na hora da Igreja Católica cair na realidade, mas para que? sempre haverá um bom estoque de idiotas para segui-la. São os palestinos, se matando entre si, agora eles nem precisam mais dos israelenses para isso. Bem dizia Paulo Francis, quando os chamava de "aqueles malucos com paninho na cabeça". Chega! Chega de burrice por hoje. Senão sou capaz de bater com a cabeça neste computador até que um dos dois se quebre.