+Cabeça de vento é pouco Ontem acordei recitando quase como um mantra "tenho que levar o notebook" para não esquecer de levar o computadorzinho para o trabalho. Trinta quilômetros depois, percebi que esqueci o desgraçado em casa. Ainda ontem tinha alguma coisa martelando na minha cabeça de que tinha alguma coisa importante para pagar. Hoje descobri que era o seguro do carro, que agora vou ter que pagar sem desconto. Last but not least, ao procurar qualquer coisa que nem lembro mais o que era no carro, eu o tranquei com a chave dentro no estacionamento de um mall em São José dos Campos. Felizmente não tranquei também o celular (que em outra ocasião guardei na geladeira, acontece...) nem a carteira que tinha o cartão da seguradora. Acionada a seguradora eles mandaram um chaveiro que chegou em meia hora e conseguiu abrir o carro em meros dez segundos! Enfiou um ganchinho entre o vidro e a borracha da guarnição, mexe um pouquinho e clec! a porta estava destrancada. Ainda bem que esse é "do bem". Enfim, acontece... Mas precisa acontecer tudo no mesmo dia?