+Quanto pesa uma dúzia? Agora no estado de São Paulo as bananas não mais poderão ser vendidas às dúzias, como sempre foi nos últimos séculos, agora tem que ser por quilo. Pobres bananeiros das feiras que terão que comprar balanças e aposentar as velhas máquinas de contar bananas... Ah, como? não existem máquinas de contar bananas? bem, se existisse teríamos um problema ambiental, pois esses hipotéticos equipamentos seriam descartados na natureza, com partes que poderiam levar milhares de anos para se decompor! Admito que faz sentido, pois a massa mede realmente a quantidade de banana que é efetivamente comercializada, mas que isto vai causar uma confusão dos diabos, vai. Confusão semelhante à que aconteceu quando os pãezinhos deixaram de ser vendidos por unidades e passaram a sê-lo por peso. O curioso é que o pão perde muita água na forma de vapor logo depois que é produzido, de modo que ele é mais caro logo que sai do forno por carregar mais massa de água. Mas não deixem os burocratas dos pesos e medidas saberem disso porque senão os padeiros terão que aplicar curvas de correção em função do tempo em que os pães foram retirados do forno e da umidade relativa do ar da padaria. No caso das bananas poderiam ir além, por exemplo considerar somente o peso líquido, isto é, sem considerar a casca! Como a relação entre casca e polpa varia muito de banana para banana, cada barraca de feira contará com um equipamento de ressonância nuclear magnética capaz de avaliar a massa descascada de cada banana comercializada, sem que seja necessário descascá-la. Mas enquanto conversamos, os burocratas não descansam. Logo chegará a vez dos ovos!